• Rua Lucaia, 281, Edf WM, Sala 108 - Rio Vermelho, Salvador-BA - CEP: 41940-660
  • 71 - 3335-5709
  • fundacao@idh.org.br
  • Projetos ajudam a combater a fome

    Projetos ajudam a combater a fome

    A fome é um problema muito grave que atinge milhares de pessoas em todo o Brasil. Para combater este quadro várias ações e campanhas estão sendo feitas em todo País. Procure iniciativas semelhantes em seu município e divulgue em sua programação de rádio.

    Natal sem Fome

    Notícia
    A campanha Natal sem Fome do Comitê Ação da Cidadania contra a Fome, a Miséria e pela Vida arrecada todos os anos alimentos não perecíveis, como arroz, feijão, macarrão, óleo, açúcar e farinha para cerca de 400 mil famílias de todo o País. A iniciativa surgiu em 1993 com o sociólogo Herbert de Souza, o Betinho. O objetivo é chamar atenção para o problema da fome do Brasil. Em 2001, quatro mil toneladas de alimentos foram arrecadados em todo o País. Escolas, universidades, empresas e até postos de gasolina são encarregados de receber os alimentos. São cerca de três mil postos de coletas em todo o Brasil.

    Segundo a Fundação Getúlio Vargas, a fome atinge mais de 50 milhões de brasileiros. Campanhas como o Natal sem Fome não resolvem o problema, mas chamam a atenção para a realidade de milhares de brasileiros. Só no Rio de Janeiro, 613 comitês de voluntários arrecadam e distribuem alimentos para famílias cadastradas. Esses voluntários estão fazendo a sua parte para ajudar a sua comunidade.
    Sugestão de Pauta
    Veja se em sua cidade existem iniciativas como a campanha Natal sem Fome. Procure saber o quê o governo local está fazendo para combater a fome. Saiba ainda se sua comunidade está fazendo algo para enfrentar o problema. Mostre que se cada um der a sua contribuição, muitos poderão ser favorecidos.

    Contatos
    Ação da Cidadania contra a Fome, a Miséria e pela Vida – Natal sem Fome
    Andrea Barreto – Assessora de imprensa
    Fone: (21) 2233-7460 / 2223-1541 / 2253-8177
    Site: www.acaodacidadania.com.br

    ——————————————————————————–

    Saída de baixo custo

    Notícia
    A Pastoral da Criança utiliza a multimistura, também conhecida como farinha rica em nutriente, para combater a desnutrição. A multimistura é um complemento alimentar composto por farelos de cereais, trigo, arroz, pó de folhas verde-escuras, como a da mandioca, pó de sementes, como o gergelim, pó de casca de ovo e outros ingredientes, como amendoim, soja, farinha de mandioca, fubá e trigo. Essa variedade de alimentos é utilizada pelas famílias atendidas pela Pastoral. Além disso, faz parte do programa da Pastoral ensinar ações básicas de saúde, nutrição, educação e cidadania.

    A Pastoral trabalha com o conceito de Alimentação Enriquecida, que é composta por alimentos variados, limpos, frescos e em quantidade suficiente. O objetivo é valorizar os produtos cultivados localmente, como frutas, verduras e grãos. Esses alimentos têm baixo custo e um grande valor nutricional. Para isso, a Pastoral orienta especialmente as mães sobre o aproveitamento desses produtos que estão disponíveis nas próprias comunidades.
    Sugestão de Pauta
    Veja quais são as frutas, grãos e verduras mais cultivados em sua cidade e quais são suas propriedades nutricionais. Converse com um nutricionista sobre os benefícios desses alimentos. Pergunte quais os nutrientes e as vitaminas esses produtos têm. Mostre também que o consumo desses alimentos traz saúde à baixo custo. Divulgue ainda a importância da amamentação, principalmente até os seis primeiros meses de vida.

    Contatos
    Pastoral da Criança
    Fone: (41) 336-0250 / 322-0704
    Site: www.rebidia.org.br

    ——————————————————————————–

    Combate à desnutrição

    Notícia
    O Instituto de Prevenção à Desnutrição e à Excepcionalidade é a maior ONG do Ceará no tratamento da desnutrição e no desenvolvimento de ações preventivas junto a famílias de baixa renda. O projeto já capacitou 42 lideranças comunitárias e implantou 32 núcleos comunitários em áreas de risco social de Fortaleza e da região metropolitana, além do interior do Ceará. De 1986 até hoje, 18.743 crianças foram atendidas. Cerca de 90% das crianças internadas por causa da desnutrição receberam alta e 57% que estavam sendo acompanhadas já se recuperaram. Esses resultados foram alcançados graças a ações como o projeto Teia de Resgate à Vida. Por meio dele, a prevenção da desnutrição infantil é descentralizada e atinge um maior número de pessoas.

    A desnutrição infantil é um grave problema de saúde pública no Brasil. Ela é conseqüência da ingestão inadequada de alimentos, associada às infecções. Muitas vezes isso acontece por causa da pobreza, do baixo nível educacional e da ausência de saneamento básico. A iniciativa do Iprede é uma forma de contribuir para promover a saúde e melhorar a vida das crianças que sofrem com a pobreza e a fome.
    Sugestão de Pauta
    Veja que ações estão sendo realizadas em sua cidade para combater a desnutrição infantil. Entreviste um especialista, nutricionista ou médico e procure saber sobre as conseqüências da alimentação inadequada. Pergunte ainda que outras doenças, além da desnutrição, as crianças em situação de risco social podem ter.

    Contatos
    Instituto de Prevenção à Desnutrição e à Excepcionalidade – Iprede
    Fone: (85) 271-1300 /271-182
    Site: www.iprede.org.br

    Leave a reply →
  • Posted by Sr. WordPress on 20 de julho de 2015, 13:24

    Olá, Isto é um comentário.
    Para excluir um comentário, faça o login e veja os comentários de posts. Lá você terá a opção de editá-los ou excluí-los.

    Reply →

Leave a reply

Cancel reply